7 de out de 2013

Sixth Chapter.

Acordei com uma zoada insuportável e quando abri os olhos vi o Neymar e a Rafaela parecendo dois retardados- crianças deixem a briga pra depois que eu quero dormir -cobri minha cabeça com o travesseiro.
Rafaela- Querer não é poder, desculpa -puxou a coberta.
Natalia- Me errem vai.
Júnior- Vamos gata, agiliza.
Natalia- Tão cobrando quanto pra largarem de ser chatos? -sentei-me na cama.
Júnior- Não sei e você? Ta cobrando quanto pra assombrar uma casa de dez cômodos? -riram e eu ajeitei meu cabelo.
Natalia- A mesma quantia que tu cobra pra dar o rabo -taquei um travesseiro nele e a Rafa gargalhou.
Rafaela- Parecem duas crianças.
Natalia- Digo o mesmo -me levantei e os dois me puxaram- posso nem escovar os dentes mais? É isso?
Júnior- Vai mesmo, porque o bafinho ta ó -fez cara feia e tampou o nariz, tentei ficar séria mas acabei rindo, entrei no banheiro e escovei os dentes, saí e eles tavam fuçando no meu iphone.
Natalia- Saudades privacidade.
Rafaela- Manda lembranças pra ela -ri.
Natalia- Sínica -puxei meu iphone e eles me encararam como se eu tivesse segurando um osso e, no caso, eles seriam os cachorros. Ri e saí correndo pelo quarto, os dois vieram atrás de mim e sem um pingo de dificuldade me jogaram na cama, pegaram meu iphone e correram pro closet- se não tivesse certeza que esse iphone é meu juro que entenderia toda essa palhaçada.
Júnior- Tamo vendo seus rolo aqui no whatsapp -pigarreou- ele é tão gato cara e beija tão bem -gargalhou e eu fiquei com tanta vergonha que não teria coragem de olhar pra ele pelo menos nos próximos cem anos.
Rafaela- Quem é esse hein? -disse voltando pro quarto- alguém entrega um oscar pra esse cara, porque pra tu ter gostado dele desse jeito, deve ser demais.
Júnior- Com certeza é DEMAIS -veio se achando do banheiro e jogou o celular em mim, mandou beijos e saiu do quarto.
Rafaela- Só eu que não entendi nada? -me olhou com uma expressão confusa e eu ri.
Natalia- Não da moral pra esse teu irmão! O café ta pronto?
Rafaela- Faz tempo, troca de roupa ai -peguei uma roupa na mala e me vesti, calcei minha havaiana e nós descemos.
Natalia- Bom dia povo lindo.
Júnior- Bom dia.
Natalia- Falei só com os lindos querido, cala a boquinha ai -riram.
Nadine- Judia do meu filho não tadinho -beijou a cabeça dele.
Júnior- Deixa ela mãe -sentei-me do lado do tio e nós tomamos café em um clima ótimo. Quando terminei de comer peguei meu prato e fui lavar- lava o meu ai também -colocou as louças dentro da pia.
Natalia- Não!
Júnior- Morre então, inútil.
Natalia- Seu amor me sufoca -ri e terminei de lavar- pode lavar agora, querido.
Júnior- Vou lavar, porque sou prendado.
Nadine- Olha que menino de ouro.
Natalia- Aham, se desmanchar da o anel -rimos e ele apontou o dedo do meio pra mim.
Neymar- Vai embora quando querida?
Natalia- Me expulsando na classe -riram- vou hoje, aproveitar que é pertinho e vou de táxi.
Nadine- Então não vou pra loja hoje, aproveitar o dia com vocês.
Natalia- Sente o poder -pisquei e eles riram, fomos pra sala e nos sentamos por la- o que vamos fazer hein?
Rafaela- Fofocar?
Neymar- Pelo amor de Deus, evolui, sai dessa -rimos e ela ficou de bico- desculpa neném -abraçou ela e beijou-a.
Júnior- Ai neném, vem cá no colinho do papai -disse com uma voz retardada.
Natalia- Essa voz era pra ser de criança?
Júnior- Hoje você acordou pra me implicar, recalque debaixo do meu teto é de mais.
Natalia- Ai desculpa -me levantei e fingi que ia embora, ele correu atrás de mim e me empurrou no sofá.
Júnior- Fica quieta ai!
Natalia- O que você pede com jeitinho que eu não faço? -riram.
Nadine- Júnior, busca o Davi?
Júnior- Liga pra Carol ai, se a senhora pedir ela traz.
Natalia- É, fala pra ela colar aqui também.
Rafaela- Conhece ela? -assenti- que mundinho pequeno -ri e a tia ligou pra ela, a mesma disse que em vinte minutos estaria aqui e enquanto esperávamos-a ficamos papeando la na sala mesmo, a campainha tocou e eu dei um pulo.
Natalia- Deixa que eu atendo.
Júnior- Ta pra nascer pessoa mais atirada que você -fiz biquinho e coloquei o dedo do meio na boca, beijei o mesmo e apontei pra ele, ele gargalhou e eu fui abrir a porta.
Natalia- Pois não? -ela me encarou com as sobrancelhas arqueadas e eu segurei o riso.
Carol- O que tu ta fazendo aqui?
Natalia- Eu quem te pergunto! Minha casa aqui fia.
Carol- Ahaha, desde quando?
Natalia- Desde sempre -ela riu- não to entendendo o motivo dos risos.
Carol- Me deixa entrar logo, o Davi ta pesado -o encarei e ele estava observando tudo atentamente, peguei-o do colo dela e fui entrando.
Natalia- Oi Davizinho.
Davi- Oi -ele abriu um sorrisão e os dentes dele estavam sujos de chocolate, ri e ele também gargalhou.
Natalia- Bate ai -estendi a mão e ele bateu, depois deu o "soquinho" e eu sorri- fala assim: tia.
Davi- Tia.
Natalia- Natalia!
Davi- Atália -rimos e todo mundo ficou mimando ele.
Carol- Agora é sério, o que cê ta fazendo aqui?
Natalia- A mesma coisa que você.
Rafaela- Ui, grossa -ri.
Carol- To falando sério Nati.
Natalia- Gente mas que mina curiosa -ela me olhou torto- Rafaela me chamou pra dormir aqui e eu vim ué.
Carol- Se conhecem de onde?
Natalia- Fui na casa da Thayse e tava esse bicho jogado la -riram- é sério!
Rafaela- Fala assim mas no fundo me ama.
Natalia- No fundo, mas bem no fundo mesmo dos seus sonhos -rimos e depois ficamos brincando com o Davi, cuidei dele enquanto elas preparavam o almoço e logo no comecinho da tarde a Carol resolveu ir embora- vou aproveitar o embalo também, ta indo de quê Carol?
Carol- Vim de táxi, mas como o pai do meu filho é um ótimo homem irá me levar embora -olhamos pro Júnior e ele começou a assoviar, rimos e eu me levantei.
Natalia- Vou la em cima buscar a minha mala e nós vamos juntos, espera -subi correndo e saí arrastando minha mala, quando tava saindo do quarto trombei com o Júnior- um dia você ainda me faz ter um ataque cardíaco.
Júnior- Com essa beleza toda? Acho difícil -ri- me beija vai -veio me beijar e eu desviei.
Natalia- Não, porque sou difícil dificílima -ri e saí andando- e pode trazer minha mala que eu deixo -desci e estavam todos na porta.
Nadine- Cadê sua mala?
Natalia- Júnior ta trazendo.
Carol- Hmmmmmm.
Natalia- Doissss.
Davi- "Teis" -rimos.
Natalia- Ai que fofura, deixa eu levar pra casa? -peguei ele no colo e o enchi de beijos.
Júnior- Jesus, cê trouxe a sua casa toda aqui dentro?
Natalia- Que nada, só o básico.
Júnior- Ta amarrado -ri- vamos, vou levar vocês.
Natalia- Hm, ai eu valorizo -ele deu uma piscadinha e chamou o elevador, como da mole esse moleque. Me despedi dos tios que me pediram pra voltar mais vezes e depois dei um abraço na minha fã número 1. Fui pra garagem ainda com o Davi no colo e entrei atrás com ele, fomos cantando Galinha Pintadinha durante o trajeto até a casa dele e eu não perdi a oportunidade de fotografar cada segundinho disso ♥
Carol- Eu sei que seu amor por nós é imenso, mas chegou a hora da despedida.
Natalia- Amo o Davi, contigo foi só um lance -riram e ela pegou o Davi.
Carol- Da tchau -ele acenou- agora manda beijo -ele colocou a mão na boca e a obedeceu- tchau pra vocês -fez o mesmo que o Davi e entrou.
Júnior- Vem pra frente.
Natalia- Não, to de boa aqui -me deitei.
Júnior- Anda logo, não quero ir de taxista.
Natalia- To nem ai -ele bufou e deu partida, fomos em silêncio até chegarmos na porta do meu prédio e quando ele encostou o carro me sentei no banco- obrigada.
Júnior- Espera ai, não vai me dar um beijo?
Natalia- Cara na moral, não vou me fazer e falar que odiei dar essas ficadas com você. Mas venhamos e convenhamos que tudo começou meio sem nexo e antes que isso vire algo mais sério a gente tem que por um fim por agora.
Júnior- Ta de brincadeira né?
Natalia- Não, não estou! Não faz nem um mês que a gente ta ficando e você já terminou com a sua namorada.
Júnior- Eu só pedi um tempo.
Natalia- Ai, me sinto muito mais segura agora -ele riu fraco- sério Júnior, não da pra gente ficar brincando de amar.
Júnior- Juro que não te entendo, esses dias pra trás tava de boa comigo, me beijando e tão meiga que era até de se desconfiar mesmo! E agora ta ai metendo o louco?
Natalia- Não nasci pra ser decifrada -ele ficou me encarando e depois de um tempo desceu do carro, pegou minha mala e eu também desci.
Júnior- Você pode continuar me ignorando, me decepcionando. Eu ainda vou correr atrás de você umas três vezes, ou quem sabe uma semana inteira, mas o dia que eu desistir de você vai ser pra sempre -me deixou la parada feito besta e foi embora, entrei no prédio e fui ainda boquiaberta pra minha casa, abri a porta e meus sobrinhos vieram correndo até mim, abraçaram minha perna e ficaram beijando la.
Joana- Que saudade tia.
Natalia- Titia também tava -sorri ainda meio forçado, não tinha me recuperado do "baque". Me agachei e peguei-os no colo- cadê a mãe de vocês? -o Diego apontou pra cozinha e eu fechei a porta com o pé, fui beijando eles até chegarmos na cozinha- voltei família.
Juliana- Até que enfim.
Natalia- Muito amor -dei um beijo nela e nos meus pais.
Edmundo- Deu formiga la? -riram.
Natalia- Quê isso pai, pra quê tanto amor?
Edmundo- Coitada -ri e me sentei, com os dois ainda em minha perna.
Natalia- To com fome.
Jussara- Acho que depois de "to com sono", "to com fome" é a frase que você mais pronuncia -riram.
Natalia- Engraçadona hein mãe? Já pensou em virar humorista?
Jussara- Deixou o respeito la em Santos? -assenti e ela me ameaçou tacar um copo.
Natalia- Achei aqui mãe, foi mal -riram e eu tomei café da tarde com eles, fiquei na sala brincando com meus sobrinhos e antes que minha mana fosse embora tirei uma foto deles, me despedi deles e fiquei la no sofá editando a foto.
@nahandrade: Olha quem veio me visitar      

Deixei o celular de lado porque minha mãe tava me cutucando e a encarei.
Jussara- Chegou tristinha, o que foi?
Natalia- Vou tomar um banho primeiro, depois sobe la pra gente conversar -ela assentiu e me deu um beijo na bochecha, subi pro quarto e tomei um banho quentinho, já vesti meu pijama porque aqui nois ostenta o bronze. Desci e fiquei procurando meu iphone no sofá- puta que pariu, cadê aquela porra mano? Nunca acho minhas coisas quando quero, quem foi o filho da puta que pegou? -depois de revirar todos os dois sofás olhei pra mesa de centro- ah, achei -minha mãe veio rindo e me chamou pra subir, entramos no quarto e ela sentou, deitei-me com a cabeça em seu colo e ela acariciou meu cabelo.
Jussara- É ele, não é? -assenti- o que foi dessa vez?
Natalia- Eu "terminei" tudo -gesticulei as aspas- ele ficou bravinho e disse que por enquanto está aturando tudo, mas depois que cansar de mim não corre mais atrás.
Jussara- Ele continua com a namorada?
Natalia- Pediu um tempo -revirei os olhos e ela riu.
Jussara- Se eu te disser que está gostando dele, o que acontece?
Natalia- Nada ué -ri.
Jussara- Já ta até se contentando com o amor -riu e eu a encarei séria- você não ta sendo antipática demais com ele?
Natalia- Eu antipática? O que seria uma pessoa antipática? -me fiz de desentendida.
Jussara- Você e suas características.
Natalia- Linda, charmosa, educada, divertida, inteligente, extrovertida, delicada e sensível?
Jussara- Isso, tira tudo o que falou e é você -gargalhou e eu continuei séria- to brincando -me deu um beijo na testa e nós ficamos um tempo em silêncio.
Natalia- Sabe mãe, eu to com medo. Medo de sofrer de novo por alguém que não mereça. Essa minha ingenuidade no amor faz com que eu ache que todo o sentimento que eu sinto é ou será correspondido. Sou teimosa, sempre acredito que dessa vez vai ser diferente. 
Jussara- Por mais que passe a noite chorando, sabes que já enfrentou muito antes, enfrenta agora e vai enfrentar. Você sabe quem você é, e eu também sei. E esta garota que eu conheço não costuma fraquejar, ela cai e levanta na mesma hora. As pessoas que te amam de verdade estarão contigo, então não se preocupe se ele partiu. Não era o melhor pra você. Eu estou aqui. Talvez tenha chegado a hora de se entregar, mas fique calma! Tudo que demora mais a acontecer, é pra gente dar mais valor -sorri e beijei sua bochecha.
Natalia- Obrigada -ela me abraçou e, mesmo sem estar esperando, retribuí.
Jussara- Vou descer pra preparar o jantar.
Natalia- Tudo bem -ela saiu do quarto e eu fiquei mexendo em minhas redes sociais, até ele me mandar uma mensagem no wpp e logo veio na minha cabeça "mas o dia que eu desistir de você vai ser pra sempre". Coloquei os fones porque eu precisava da música para não ficar a sós com os meus pensamentos, eles um dia ainda irão me matar. Fiquei curtindo umas músicas bem românticas (pra acabar de foder com a porra toda) e acabei pegando no sono.

Oi meus amores, estão bem? (aproveitem esse momento meigo) O que estão achando da história? Reli tudo aqui e acho que ta cedo demais pra eles ficarem juntos, é claro que eles vão namorar e tal, mas não agora. Me deem sugestões ai e falem se o tamanho da letra ficou bom ou se pode diminuir, ok? Beijos e até a próxima  

18 comentários:

  1. Aii fiquei com dó do Júnior agora, mais que menina dificil em ?! Já disse que amo seu blog ?? Sou completamente apaixonada por ele, você escreve perfeitamente bem, e a cada dia que passa fico mais viciada nisso aqui... Tira logo a Bruna de cena e coloca esses dois juntos hahahahha e Nath please, amolece esse coraçãozinho, para de ser dificil dificilma porque não é teu estilo hahahahha se der indica o meu amor http://umanjodoceutrouxevocepramim.blogspot.com.br/ obrigada, beijocas

    ResponderExcluir
  2. Topp, só fique bolada pq vai demorar p eles ficarem juntos ;( .. Continuaaaaaaa *-*

    ResponderExcluir
  3. Maaais ++ Muitto TOppp '

    ResponderExcluir
  4. Muitooooo TOP !! Continua logo @NeymaravilhaJr :)

    ResponderExcluir
  5. aaaaaaaah, que top meu amor, continuaa

    ResponderExcluir
  6. muito bom... troca a letraaa

    ResponderExcluir
  7. Tadinho do Júnior, mas concerteza vem coisa boa por aí!!

    ResponderExcluir
  8. TOOOOOOOOOOOOOOOOP quase chorei agora kkkkkkk com ele falando isso

    ResponderExcluir
  9. Top... Muito bom mesmo... O Blog está otimo

    ResponderExcluir
  10. ja pode continuar rs

    ResponderExcluir
  11. tudo perfeito, continua logo <33 / @BruMorari

    ResponderExcluir
  12. caraca esta perfeito ... tooop por demais
    @FlavynhaS2

    ResponderExcluir
  13. awnnn que dó do Ju gente,mesmo assim foi perfeito

    ResponderExcluir
  14. fiquei com dó do njr, mas concordo que ta cedo pra le ficarem juntos e pa, e tbm acho que ta cedo pra nati se apaixonar ahuahauaha mas continua ai q eu to curiosa

    ResponderExcluir
  15. Nossa, tudo tão intenso. Gosto disso.
    E confio no rumo que vai dar a história, apesar de concordar plenamente com o que a mãe da Natalia disse no capítulo anterior após ela ler a sms do Júnior... Ouvi uma vez num seriado, e acredito que já tenha visto em outro lugar também que paixão não tem fórmula, não tem lógica, e não tem regra mas ela chega sorrateiramente e quando você menos espera… esta apaixonada e logo por quem não deveria, isso porque não é a gente que escolhe.
    Quero mais, please!

    ResponderExcluir
  16. a letra ta otima , tudo muito boom , maaais

    ResponderExcluir